Nota de pesar - Professor Arnaldo Vasconcelos

É com pesar que o Programa de Pós-Graduação em Direito da UFC comunica o falecimento do Professor Arnaldo Vasconcelos, na manhã do dia de hoje, 26 de maio de 2017, vítima de Chikungunya.

Diversos são os fatores que podem levar uma pessoa a abraçar uma profissão e nela construir uma carreira. Nem sempre é fácil identificá-los, a menos que entre eles esteja o sincero gosto pelo que se faz. Nesse caso, a dedicação, o empenho, a resistência ao cansaço e a qualidade do resultado tornam inescondível a razão maior da escolha. Era o caso do Professor Arnaldo Vasconcelos, que por décadas, muitas delas na Universidade Federal do Ceará, no Curso de Graduação e neste Programa de Pós-Graduação, e as mais recentes, em razão de sua aposentadoria, na Universidade de Fortaleza, seguia contribuindo para que gerações de estudiosos do Direito tivessem despertado o senso crítico, o gosto pela teoria, pela Epistemologia e por uma visão do Direito voltada aos valores que o devem inspirar.

Mas Arnaldo não era apenas um professor dedicado, o que já seria muito. Em um mundo em que já não são tão poucos os que ensinam e escrevem o que pensam, Arnaldo tinha traço distintivo digno de nota, a inseri-lo em um rol muito seleto de pessoas: ele tinha - ou tem, pois como autor continuará presente entre nós - umpensamento, que não é só a reprodução ou a compilação do que outros pensaram antes dele. E procurava incentivar os seus alunos a fazerem o mesmo. Suas ideias a respeito do Direito Natural, do Humanismo, da Democracia e da Epistemologia são traços inconfundíveis de sua forma própria, coerente e sistêmica de compreensão do fenômeno jurídico, que seguirão vivas em seus alunos, leitores e discípulos, os quais, cada um à sua maneira, como ele ensinou, seguirão curiosos por uma exploração crítica e não dogmática destes e de tantos outros temas.

Descanse em paz, professor.